Seminário Nacional de Validação e Implementação do Sistema Electrónico de Gestão de Informação Académica nas Escolas Secundárias
Imagem da Notícia

A Direcção Nacional do Ensino Secundário (DINES) realizou, nos dias 25 e 26 de Abril de 2018, na Cidade da Beira, Província de Sofala, o Seminário Nacional de Validação e Implementação do Sistema Electrónico de Gestão de Informação Académica, nas Escolas Secundárias, sob a orientação de Sua Excelência Armindo Saúl Atelela Ngunga, Vice-Ministro da Educação e Desenvolvimento Humano.  Neste evento, estiveram presentes 45 participantes provenientes de todas as províncias do país dentre os quais Chefes de Departamentos de Direcção Pedagógica, Gestão e Garantia de Qualidade, Chefes das Repartições do Ensino Secundário Geral, Pontos Focais Provinciais do SEGI, técnicos da Direcção Nacional do Ensino Secundário, do Instituto Nacional de Exames, Certificação e Equivalência e Técnicos da Empresa de Consultoria e Serviços SAN, vocacionada ao desenvolvimento dos sistemas electrónicos, e convidados. O seminário contou ainda com a presença do Chefe do Departamento de Ciências Naturais, Matemática e Tecnologias, Director Provincial Adjunto da Educação e Desenvolvimento Humano de Sofala. 

O seminário tinha como objectivo avaliar o impacto do uso do SEGI na gestão escolar e criar condições para a implementação de um modelo único de gestão académica, nas escolas secundárias, para gerir os processos relativos à informação administrativa e pedagógica dos nossos alunos e professores.

Foram apresentados os temas: “Uso das TIC no Processo de Ensino e Aprendizagem”, pelo Dr. Sansão Timbane, “Integração do Ministério da Educação e Desenvolvimento Humano no Governo Electrónico (GovNet, eGovNet)”, pelo Engº Osman Nalá, “Sistema electrónico de gestão de informação académica”, pelo Sr. Emídio Xinavane, “O Ensino Bilingue como um meio para a Inclusão Digital”, pelo Prof. Doutor Armindo Ngunga, e “Educação Digital e Informação Comunitária, usando o tablet comunitário”, pelo Sr. Alberto Pinoca.

Foram apresentados como testemunhos os relatórios de implementação do SEGI nas províncias de Inhambane, Manica e Nampula, e na Escola Secundária de Dondo.

Durante os debates, os participantes reclamaram a produção de um instrumento que oriente os gestores a usarem o SEGI e prescindirem de usar instrumentos de registo avulsos, em virtude de se verificar alguma resistência a mudanças.

Os participantes declararam haver condições para a validação do SEGI, tendo Sua Excelência Vice-Ministro da Educação e Desenvolvimento Humano recomendado à formação de todos os gestores e professores das escolas do ESG, como factor de sucesso para a sua implementação efectiva.

A utilização da plataforma on-line depende do MINEDH que deverá interagir com os gestores da plataforma do Governo para a formalização e registo dos respectivos domínios.

Relativamente ao acesso do SEGI via telemóvel, este está garantido nos smartphones com capacidade de aceder à internet (ex: Google Chrome).

ft5.jpg ft4.jpg